Mas nem todo homem…

Me perguntaram uma vez se o meu namorado não fica chateado ou se ofende com as coisas que falo sobre machismo e opressão masculina nas minhas redes sociais e rodas de amigos. A resposta é sempre a mesma para essa pergunta que nem deveria existir: “não, porque não é sobre ele”. E eu não estou dando biscoito ao meu namorado por não fazer mais do que a obrigação dele não sendo um babacão, veja bem, mas se ele não se identifica como o receptor do que eu digo, então não existe motivo para ele se ofender. E caso se identificasse também não teria, porque gente escrota precisa ouvir verdades.

“Ah, mas nem todo homem/branco/hétero/magro é assim”. Certo, cara, e quem você está tentando convencer com esse discurso? Se você não é assim, parabéns por não fazer mais do que a sua obrigação. Esquedomacho (homens desconstruidões machistinhas de esquerda) adora receber aplauso de movimento feminista por ser o legalzão, mas adivinha só: tratar outra pessoa como igual não é motivo para ganhar medalha no peito, então só abaixa a bola e para de roubar espaço de fala dos outros.

batman-robin-not-all-woman

Robin: Mas nem todo homem… / Batman: Não é sobre você!

Eu vejo isso regularmente dentro do próprio movimento feminista. As minas do movimento negro falam do “feminismo branco” (termo para as feministas discípulas da Emma Watson que só pensam no próprio umbigo rico e branco) e logo aparecem as “mas nem todo branco” para jogar uma defesa. Idem quando o discurso é sobre gordofobia. Mas adivinha só: parece que são sempre as pessoas com as falas mais problemáticos que fazem esse tipo de coisa.

Se eu sou branca e cheia de privilégios, eu vou calar a minha boca e ouvir o que o pessoal do movimento negro tem a dizer. O que me cabe eu acato e melhoro, o que não me cabe eu deixo passar para o próximo que precisar ouvir aquilo. Ninguém pediu e nem liga para a minha história individual de branco privilegiado, porque quando alguém nessa posição começa a agir de forma defensiva é sempre em benefício próprio. Mas pela primeira vez na vida isso não é sobre você ou sobre mim (quando em posição de opressores).

Anúncios