Gatos

originalcaats

Merlin e Rawena são adoráveis e diferentes em quase todos os aspectos possíveis. Se conheceram em um dia qualquer no qual ele foi ao mesmo lugar que ela costumava frequentar sempre e se tornaram amigos rápido, considerando a desconfiança da moça. Mas apesar do grande apreço por Rawena, mesmo depois de alguns anos juntos Merlin não compreende muito bem o jeito que ela tem de lidar com os outros ao seu redor e as coisas que acontecem.

Rawena é arisca e desconfiada, tem medo de tudo, fecha a cara, levanta a mão e mostra os dentes de forma nada amigável. Ao mesmo tempo, é uma criatura sociável ao extremo, adora carinho, se entrega facilmente, gosta de colo sempre e fala pelos cotovelos. Ele soube de seu passado lá fora, das coisas que enfrentou para sobreviver e de seus motivos. “Você está segura agora”, Merlin tenta dizer, com carinhos e afagos, que aquele medo é irracional. O sistema de defesa dela, no entanto, tem dificuldades para processar essa lógica.

Já ele, ao contrário dela, teve uma infância feliz e tranquila. Todos têm problemas depois que cresce, é óbvio, mas os traumas na época que se está em formação parecem marcar de um jeito diferente. Merlin é pacífico e quieto, gosta bem menos de colo. Cafunés o agradam, principalmente os dados por Rawena, mas ainda assim o seu jeito é mais solitário que o dela. Isso a incomoda algumas vezes. Ela queria brincar, correr e estar com ele o tempo todo; mas Merlin precisa de espaço e tempo para si, apesar de amá-la em primeiro lugar.

“Eu sei que você gosta de mim e que é o seu jeito, mas eu preciso de mais companhia”, Rawena tenta dizer, pulando em seu pescoço e correndo pela sala, como forma de chamar a atenção. Merlin brinca de volta, como sempre faziam após o pôr do sol, mas explicou que não podia viver assim o dia inteiro. O seu tempo era diferente, a rotina social que precisava seguir para de sentir bem era menos intensa que a dela. “Chegaremos a um acordo que faça nós dois felizes”, afirma Merlin em um tom quase de pergunta. Ela esperava que sim.

Merlin e Rawena estão constantemente tentando se adaptar ao que é gostar, conviver e abrir mão de alguns caprichos por outro alguém. Cada um com seus problemas e peculiaridades, em busca de não deixar de ser quem são e ao mesmo tempo fazer o outro feliz. Não é tão fácil e nem tão natural quando a ficção quer fazer parecer juntar uma dupla com passado, manias e comportamento tão diferentes. Amar é complicado e eles sabem disso agora, mas ainda vale a pena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s