Incômodo

Sabe aquele dia em que você sente que fez coisas estúpidas e irremediáveis? Estou tipo assim hoje. Mas não é simplesmente a estupidez irremediável com diferentes motivos que me aborrece, é saber que os motivos são sempre os mesmos e que continuarei fazendo esse tipo de escolha em todos os próximos dias que eu viver, tudo pelo simples fato de eu ser assim. Não se trata de conformismo, eu diria que é apenas aceitação. Existe aquele momento em minha mente que penso: “Meu Deus, depois de tantos erros nunca mais farei isso.” Daí PIMBA! Seis meses e lá está a situação em que sinto vergonha por minha fraqueza diante de um novo erro.

O pior é que isso me incomoda de verdade, não só os erros em si. Tudo se trata de sucessões de pequenos incômodos pessoais. Primeiro fico incomodada, então faço algo sem pensar, ficando ainda mais incomodada pelo que fiz, depois fico incomodada por acreditar que tudo que acontece de ruim logo em seguida é conseqüência da minha atitude estúpida e irremediável. Está bem, talvez seja mesmo verdade, mas parte de mim diz que é mais provável que seja só paranóia.  Claro, isso tudo são só pensamentos sem embasamento racional nenhum, então não importa de qualquer forma.