Federal x Particular

Admito que estou um pouco surpresa e aliviada com certas coisas desde que entrei na universidade. Acho engraçado que a imagem que me fizeram criar das universidades públicas não chega nem perto do que eu estou presenciando nesse momento, já que a estrutura da Faculdade de Comunicação (a minha, no caso) é admirável.

UCB - Universidade Católica de Brasília (Particular)
UnB – Universidade de Brasília (Federal)

Claro, não estou sendo alienada e dizendo que todas as faculdades da UnB são perfeitas, até porque não conheço nem metade e já vi sim muitas salas de aula com carteiras velhas e quadros muito antigos. Mas o pior é que todos que me falavam mal da estrutura da UnB eram exatamente as pessoas que não estão lá, engraçado, não é? Será coincidência?

Não estou dizendo que os alunos da rede particular estão sendo invejosos (também não estou dizendo que não estão), mas essa rixinha é ridícula. Eu recebi um e-mail de discussão entre alunos da UnB e da UCB (Universidade Católica de Brasília) outro dia. Os da federal chamando os da particular de riquinhos burros que só passavam porque pagavam, os da particular dizendo que todos da federal eram maconheiros e que a universidade era uma porcaria.

UCB - Universidade Católica de Brasília (Particular)
UCB – Universidade Católica de Brasília (Particular)

Vamos lá, ninguém conhece a faculdade do outro pra ficar falando besteira, ninguém sabe as coisas ruins e boas, as pessoas falam mal da outra instituição sem conhecer absolutamente nada e todos começam a atacar alunos como se o lugar que você estuda definisse se você é burro ou drogado.

Eu estou na UnB, não bebo, não fumo, não uso drogas e não participo de surubas. Eu estudo sentada em carteiras acolchoadas, em uma sala com ventilação, projetores e quadros brancos novos. Corro o risco de ter greves onde estudo, mas tenho ótimos professores. Estudei demais pra passar em um processo seletivo muito concorrido, mas em compensação estudo de graça. Vocês pagam caro – muito caro mesmo, no caso das ótimas faculdades particulares – tem uma estrutura também ótima, professores igualmente ótimos, mas não sofrem com greves. Não é mentira que algumas faculdades passam você desde que pague, mas vai de cada um, é preciso saber escolher onde vai estudar.

Eu, pra fazer uma faculdade realmente boa, só tinha como opção passar na pública. Cada um tem seus sonhos e prioridades, muitos entraram na particular por pensar que não tinham tempo pra ficar parado estudando pra um processo seletivo muito concorrido e estressante. Eu tentei a pública por não ter condições de pagar mais de mil reais e me formar em uma UCB da vida. Ter dinheiro não é vergonha não. Sorte grande de quem tem. Sorte minha que consegui passar no vestibular (ainda bem).